Solta, deixa ir, liberta! Agenda Julho 2014

Slide1

Slide1

Caros amigos,

Aceitar a mudança e tudo o que a realidade nos traz nem sempre é fácil e pode causar-nos muito sofrimento. Às vezes a realidade nos traz isso em forma de “perdas”: um emprego, um companheiro, a morte de um familiar… Quando essa nova realidade se apresenta ou nos vemos “obrigados” a confrontar com ela podemos viver momentos de muita raiva e dor.
A nossa mente cria muitos filmes e ilusões da nossa vida: podemos imaginar que vamos casar, ou que vamos ser ricos, ou que vamos ter um filho e, depois ao confrontarmo-nos com uma história diferente, frustramos. Tudo isto é fruto das nossas expectativas. Temos sempre as opções de aceitar a nova realidade e transformarmos a nossa visão sobre a mesma ou de não aceitar e ficarmos presos na roda do sofrimento.

Saber acolher com Amor aquilo que vem ao nosso encontro liberta-nos de muitos sofrimentos…

Lembra-te que: pensar que se é a mente, é não estar consciente de si.
O sol vem, a chuva vem, o nevoeiro aparece ou o granizo cai e nós observamos isso sem nos tornar-mos o sol, a chuva, o nevoeiro ou o granizo. A roda continua mas nós temos consciência de que não somos essas coisas. Contudo quando se trata de sentirmos emoções – que são produtos da nossa mente – a história pode mudar. As emoções vêm [e nós esquecemos-nos que não somos a mente] e tornamos-nos nas emoções…aparece a dor e tornamo-nos a dor… sentimos raiva e tornamos-nos raiva…

Então lembra-te: sempre que sentires raiva, sempre que sentires dor, sempre que sentires alegria, aprende a ser um simples observador da tua mente: [ter consciência de si é perceber que a mente está cheia de dor, raiva, tristeza, alegria mas que nós somos apenas meros observadores] e ficarás surpreendido: vem e vai…
A dor vem e vai…a tristeza vem e vai…a alegria vem e vai…
Os dias virão e as noites virão, as vidas virão e as mortes virão…
Não te agarres a nenhum momento por ser belo e não ignores qualquer momento por ser trágico…
A única forma de ultrapassar esta identificação com os teus estados de espírito e permanecer para lá deles é encontrares esse lugar de onde podes observar todos estes fenómenos em mudança, sem te identificares com eles.
A única coisa que permanecerá inalterável é o observador, aquele que testemunha e, tudo não passará de fenómenos passageiros…

Lembra-te então que: tudo passa…
Solta, deixa ir, liberta…
… e fica apenas com o Amor que é a grande fonte para seres Feliz e tornares-te numa pessoa mais Sábia…

Um abraço, até breve,

Joana Rainha

Em JULHO:

Slide1

Slide1

JR_LOGOFINAL

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s